quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Saudade...

Já se passaram 6 meses que  disse 'até já' ao meu pai. Acho que definitivamente a palavra 'saudade' é, neste momento,  a palavra da minha vida. 
Acho que sempre tive saudades dele, sempre senti saudades de lhe pôr as divisas na farda, de o ouvir mandar vir com o futebol ou a rir quando estava com os amigos. Desde o dia em que ele saiu de casa que tenho saudades disso mas nunca me dei conta. 
Vai-se a ver e é verdade. 'Só se dá valor quando se perde'...no meu caso, quando se perde de vez. 

'Eu sei, meu amor, que não chegaste a partir.
Pois tudo em meu redor diz que estás sempre comigo.'



2 comentários: